Bandas no Casamento: como acertar em cheio


Casamento tem que ter música e esta precisa mesmo ser bem selecionada. Um dos pontos altos da festa é quando a banda começa a tocar, animando a lista de convidados por inteiros. Boas bandas conseguem levantar até os mais velhos e resistentes da cadeira. Já as ruins tornam a festa cansativa e chata. A escolha de uma banda boa para casamento é crucial. 

Para quem for escolher uma banda para casamento, alguns pontos são importantes para serem avaliados. Um deles é ter um DJ de casamento para antes ou para depois ou se a duração da festa vai ser durante o show da banda. Um DJ pode ser contratado para o pós banda, animar a galera e fechar o evento ainda com som. Outras dicas importantes são: 

Escolha a banda de acordo com seu público, e não para os seus próprios interesses. Parece estranho dizer isso quando um casamento é tão pessoal, não é? Mas é um grande erro pensar apenas no gosto dos noivos. Se seus convidados gostam de rock clássico, uma banda sertaneja deixará todos entediados. Nenhum artista conseguirá manter o seu público na festa com algo que eles não querem ouvir. 

Escolha uma banda com relação direta com o tema do casamento. Uma banda de rock tocando em uma festa à beira mar não é legal ou em um casamento indiano. Seja sensato na escolha e opte por algo mais adequado para seu tipo de festa.


Escolha uma banda com repertório versátil. Hoje em dia o som eclético anda tomando conta das festas e anima mais que apenas um estilo de música. É uma boa dica, portanto, avaliar uma banda com um repertoria mais amplo, com capacidade de saber dosar e desenvolver diversos ritmos durante o evento e anime a galera. Muitos músicos experientes sentem os convidados e sabem quando tornar o ritmo mais intenso ou mais leve e romântico. A dosagem para chegar a um meio termo entre sucessos das paradas e clássicos que ninguém cansa de ouvir.

Escute diversas bandas antes de escolher a sua. Música é algo bem relativo, por isso ouvir uma banda apenas não deve te dar a escolha perfeita. O melhor é ter diversas opções, por isso consulte outras bandas, vá a casamentos observando quem toca e veja quem realmente é o melhor. Para a sua festa ser um sucesso, o valor não é um bom termômetro como base.

Banda para casamento – preço

Prepare o orçamento para contratar uma banda para casamento, que não é dos serviços mais caros. As melhores cobram um cachê alto e por hora, e podem ter uma ag

enda muito lotada. O ideal é começar a procurar quando a data da festa for marcada.

Um contrato deve ser assinado para ambas as partes se respaldarem na hora de cobrar pela quantidade de horas, tipos de música e chegada e saída dos músicos. Imagine você pagar por três horas mas eles só chegarem no fim da festa? Você pagou por três horas, mas não ficou marcado em contrato quando o show começaria e imprevistos acontecem.

E quanto custa uma banda para casamento? Depende. Bandas começando agora, mas igualmente talentosas que as veteranas podem ser bem mais em conta e um bom investimento. Para esta prestação de serviço, não há riscos se tiver um contrato envolvido. É só marca para ouvir a banda ao vivo, e se você curtir o som, contratar. O custo sai em torno de R$ 500 a R$ 2 mil por duas horas de show.

E sempre negocie o preço. Bandas para casamentos adoram a ideia de lucrar o máximo possível com apenas um show. Você pode convencer os músicos que haverá pessoas na platéia que, provavelmente, irá contratá-los para outro evento e conseguir um bom desconto.

Outra grande momento para negociar o valor do show é se você chamou a banda de última hora e ela estava livre. Isso quer dizer que ela não tinha nada o que fazer na data, por isso ele já não ia ganhar nada pela noite. O preço não deve ser o mesmo para quem marcou há dias.


Músicos para casamento

Uma opção para quem deseja incrementar a cerimônia ou quer algo personalizado na sua festa é a contratação de músicos para casamento. Um músico apenas não consegue animar uma festa inteira por horas, mas é um ótimo complemento para alguns momentos especiais. Um violonista pode tocar na entrada na noiva, durante a primeira dança do casal e antes dos brindes ou troca de anéis. As propostas são as mais diversas possíveis.

Cada instrumento tem uma sonoridade especial, por isso é importante uma longa pesquisa e escutar diversas músicas antes de optar por um músico. Ele precisa encaixar no momento e tocar a música perfeita, e isso não é fácil de conseguir apenas contratando e confiando no profissional.

A variedade de instrumentos é grande e vale a pena pesquisar para tornar o casamento especial. A flauta doce é uma ótima dica para tocar na cerimônia e no brinde do casal. A harpa também combina bem com igrejas e eventos mais formais e tradicionais. O piano, clássico dos clássicos, é ótimo para entradas triunfais na igreja e em momentos pontuais da celebração.

Orquestra para casamento 

 

Uma das formas mais queridas de animar uma festa de casamento não é optando por uma banda, mas sim por uma orquestra. E qual a diferença? A diferença é basicamente nos instrumentos de composição de uma orquestra, que possui violinos, violas, violoncelos e contrabaixos, instrumentos de corda, enquanto na banda não há. E isso faz toda a diferença.

A sonoridade da orquestra é mais leve e mais clássica, e permite que sejam tocadas valsas, músicas clássicas famosas e pode dar um toque mais tradicional ao evento na dança dos noivos, por exemplo. E há orquestras super versáteis que tocam de tudo um pouco e acabam tornando seu evento mais completo que qualquer outra banda.

Orquestras não compõe na maior parte das vezes, elas reproduzem sons. E pela variação de instrumentos, costumam ter um repertório maior. Há orquestras para casamentos completíssimas, tocando desde ‘arroxa’ (ritmo tipicamente nordestino) a clássicos dos anos 70, sempre presentes para animar a galera porque todo mundo sabe dançar.