Como fazer a Iluminação do seu evento


 

Veja dicas de especialistas sobre o que importante iluminar

iluminação é um dos elementos mais importantes e atrativos do evento. Não importa se vai ser uma festa simples ou superluxuosa, uma boa iluminação sempre causa impacto nos convidados. O que é necessário definir, em um primeiro momento, é o estilo da sua festa, para depois decidir que atmosfera você vai querer criar com esse recurso visual.

Mas isso é algo a se analisar caso a caso, pensando também na decoração. O que os profissionais dessa área costumam dizer é que o ambiente iluminado é muito mais aconchegante. Confira algumas dicas para ter todas as luzes voltadas para o seu evento.

A iluminação ambiente é estática e deve estar sempre bem-casada com a decoração, isso porque alguns objetos utilizados pelo decorador podem receber uma luz especial. Segundo o técnico em iluminação Douglas Lourenço, em uma festa de 15 anos ou em um casamento, por exemplo, onde geralmente se tem fotografias expostas, é essencial deixar os quadros com uma luz especial neles. “De que adianta gastar com fotógrafo, moldura e tudo mais se você vai deixar um dos objetos principais da festa às escuras?”, completou Lourenço.

O técnico acrescenta ainda que mesas de boloarranjos de flores e quadros, quando recebem iluminação, ficam mais bonitos do que já são. As paredes lisas do salão são essenciais para que se possa criar um ambiente acolhedor com os canhões de luz, que podem ser projetados para cima ou na diagonal de uma parede, formando um facho de luz. Essas técnicas são chamadas de iluminação cênica, porque são utilizadas para auxiliar a decoração e formar, de fato, o “cenário” do evento.

Os equipamentos mais utilizados para iluminação ambiente são o par 38 e o par 64. O primeiro par possui uma lâmpada de 100 a 150 Watts, que forma um risco de luz colorido na parede e é utilizado em eventos pequenos, salões com pouca profundidade. Esse canhão é capaz de iluminar uma torre de apenas 2,5 a 3 metros.

O segundo par possui uma lâmpada de 1000 Watts e pode ser controlado por uma mesa, que define a intensidade da iluminação. É mais usado em salões grandes, lugares bem abertos, shows e consegue iluminar uma torre de 8 metros de altura. Essa aparelhagem pode ser de LED, que tem vantagens significativas em relação a comum, como um menor aquecimento, consumo baixíssimo, podendo gastar apenas 5 Watts em alguns casos, e uma luminosidade maior.

Já a iluminação de pista tem que estar em movimento e em sintonia com as músicas. O laser, um facho de luz reto que se movimenta de um lado para o outro, o Moving Head, muito utilizado para projeção de imagens, logotipos, frases no teto e paredes e o Roboscan, aparelho que possui um espelho interno que tem a função de se movimentar e refletir a luz, são bastante utilizados pelos profissionais nas pistas de dança.

Para as fachadas são indicadas as Washer de LED, vistas frequentemente na iluminação de outdoors. Elas possuem lâmpadas mais retangulares e que iluminam uma largura maior. Além disso, o equipamento é preparado para o caso de chuva. E se o seu evento for em um lugar repleto de árvores na entrada, aposte nos refletores HQIS coloridos, eles dão um charme nas folhagens. 

Fonte: http://www.hagah.com.br/